ANGOLA EM VIA DE EXPORTAR BANANA PARA DUBAI

Escrito por a Agosto 21, 2022

Angola já exporta, semanalmente, de 400 a 500 toneladas de banana, além de outros produtos agrícola, para Portugal, Espanha, Rússia, Itália, França, África do Sul e Namíbia, segundo o presidente do Grupo Nova Agrolíder, José Macedo, produtora de banana em Caxito, província do Bengo.

O presidente do Grupo MBM Holding Investment, Sheik Mohammed Al Maktoum, da Família Real do Dubai, afirmou, este sábado (20 de Agosto), em Caxito, que está em Angola com objectivo de importar, ao Médio Oriente, variedades de produtos agrícolas produzidas no Bengo, como a banana, avança o “Jornal de Angola”

O Sheik do Dubai, que falava durante uma visita à fazenda Nova Agrolíder, uma das maiores produtoras de banana do país, sublinhou que Angola possui terras férteis e um clima propício para produzir variedades agrícolas.

“A fazenda Nova Agrolíder possui modelos para proporcionar um bom negócio e, nós,  queremos fazer parceria com eles. É óbvio que, em relação a Angola, não temos muita experiência, mas gostaríamos de expandir e aumentar o nosso conhecimento, além de estabelecer uma parceria que resulte em bons negócios”, explicou.

Segundo o Sheik Mohammed Al Maktoum, o Dubai também dispõe de um clima propício para a prática agrícola mas, salientou, a produção feita na fazenda Nova Agrolíder é impressionante.

No local, o embaixador extraordinário e plenipotenciário da República de Angola junto dos Emirados Árabes Unidos, Albino Malungo, destacou que a província do Bengo, através da fazenda Nova Agrolíder, tornou-se numa grande referência agrícola do país, devido à produção de banana em quantidades consideráveis e qualidade internacionalmente reconhecida.

Albino Malungo disse que a missão do embaixador é trazer investidores ao país para investirem e proporcionarem o desenvolvimento que se pretende. “No próximo mês, os Emiratos Árabes Unidos vão investir na implementação de um ‘shopping’ com várias áreas de serviços comerciais e, desta forma, será bom para o país, sobretudo em relação à oferta de serviços”, anunciou.

O diplomata acrescentou que, atendendo à localização da província do Bengo e o empenho do Governo local, as condições estão criadas para a recepção de novos investidores do sector agrícola, para garantir o desenvolvimento da região.

Banana às toneladas

O presidente do Grupo Nova Agrolíder, José Macedo, avançou que, semanalmente, a fazenda exporta de 400 a 500 toneladas de banana, além de outros produtos, para Portugal, Espanha, Rússia, Itália, França, África do Sul e Namíbia.

“Portanto, as portas começam a abrir-se para nós. Neste momento, estamos a criar condições para tentar exportar café. Penso que o futuro será brilhante”, disse José Macedo, para quem a expectativa de negócio é muito grande.

“Espera-se que a parceria entre a Agrolíder (Angola) e a MBM Holding Investiment (Emirados Árabes Unidos) resulte em bons negócios”, declarou.

De lembrar que a província do Bengo destaca-se na produção de banana, mandioca, mamão, feijão, palmar de dendém, hortícolas, citrinos, goiaba, café e outras culturas.

Na terça-feira, depois de ser recebido em audiência pelo Presidente da República, João Lourenço, o Sheik Mohammed bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum, manifestou, em declarações à imprensa, o interesse do grupo MBM Holding Investment em investir nos sectores angolanos da Agricultura e da Saúde.

“Esperamos contar com algumas oportunidades que o país oferece nas áreas da Agricultura e da Saúde, de tal forma, que possamos avançar para o desenvolvimento do país”, realçou.

Mohammed Al Maktoum acrescentou que as noções quantitativas dos investimentos a estabelecer dependiam, ainda do trabalho preliminar que a companhia desenvolve no país, garantindo estar em curso um esforço de planificação que vai levar adiante os  projectos que podem incluir a Zona Económica Especial Luanda-Bengo, onde esteve, na quinta-feira .


[Não há estações de rádio no banco de dados]